O que é: Terminalia bialata (amora-da-índia)

Terminalia bialata, também conhecida como amora-da-índia, é uma espécie de árvore pertencente à família Combretaceae. Esta espécie é nativa da Índia e é amplamente cultivada em várias regiões tropicais e subtropicais ao redor do mundo. A amora-da-índia é conhecida por suas propriedades medicinais e seu uso na indústria madeireira. Neste artigo, exploraremos a descrição botânica e as características de Terminalia bialata, bem como sua distribuição geográfica e habitat.

Descrição botânica e características de Terminalia bialata

Terminalia bialata é uma árvore de grande porte, podendo atingir alturas de até 30 metros. Possui um tronco reto e cilíndrico, com casca áspera e de cor marrom-acinzentada. As folhas são simples, alternadas e elípticas, com bordas inteiras e uma nervura central proeminente. Elas são de cor verde-escura na parte superior e verde-clara na parte inferior. As flores são pequenas, brancas ou amareladas, e agrupadas em inflorescências terminais. Os frutos são drupas ovais, de cor vermelho-escura quando maduros, com polpa carnosa e doce.

A madeira de Terminalia bialata é conhecida por sua durabilidade e resistência. É utilizada na fabricação de móveis, construção de barcos, postes de eletricidade, entre outros produtos. Além disso, a amora-da-índia possui propriedades medicinais. Suas folhas e cascas são utilizadas na medicina tradicional para tratar problemas digestivos, inflamações e infecções. Estudos também indicam que a planta possui atividades antioxidantes e antimicrobianas.

Distribuição geográfica e habitat da amora-da-índia (Terminalia bialata)

A amora-da-índia é nativa da Índia, onde é encontrada em várias regiões, incluindo as planícies do norte e do sul do país. No entanto, devido ao seu valor econômico e propriedades medicinais, a espécie foi introduzida em outras partes do mundo. Atualmente, a amora-da-índia é cultivada em países da Ásia, África, América Latina e Caribe.

Quanto ao habitat, a amora-da-índia é adaptada a climas tropicais e subtropicais. Ela cresce melhor em solos bem drenados e férteis, preferencialmente com pH neutro. A árvore é resistente à seca e pode tolerar temperaturas extremas. Ela é frequentemente encontrada em florestas tropicais úmidas, margens de rios e áreas de vegetação secundária.

Terminalia bialata, ou amora-da-índia, é uma árvore de grande importância devido às suas propriedades medicinais e seu valor na indústria madeireira. Sua descrição botânica revela características distintas, como suas folhas elípticas e suas flores pequenas agrupadas em inflorescências. A distribuição geográfica da amora-da-índia abrange várias regiões tropicais e subtropicais, além de seu habitat preferencial em solos bem drenados e férteis. Com suas múltiplas utilidades, a Terminalia bialata continua a ser uma espécie de grande interesse para estudos e aplicações em diferentes áreas.